Saiba tudo sobre velocidade de internet, como testá-la e escolher o plano ideal!

Todo mundo quer uma internet rápida. No entanto, pouca gente sabe como funciona a velocidade da internet, as tecnologias que contribuem para a rapidez, o que pode influenciar na conexão e a importância de fazer um teste de velocidade. 

Por isso preparamos esse guia completo sobre velocidade de internet para você ficar bem informado. Confira!

Como funciona um teste de velocidade?

Ao acessar o teste de velocidade do MinhaConexão, o site identificará qual o IP do seu computador (ou outro aparelho pelo qual você está acessando) e o provedor da internet. 

Você não precisa fornecer nenhum dado pessoal. Ao entrar na página, automaticamente o teste é realizado. Em apenas alguns segundos são medidos o ping, o download e o upload, mostrando a velocidade no momento.

É comum que a taxa seja um pouco menor do que a oferecida pela operadora, principalmente se você estiver compartilhando a internet com vários dispositivos ao mesmo tempo. Para entender os resultados, preparamos um guia para você!

É importante que você teste a velocidade periodicamente. Assim, você acompanha o desempenho da sua internet. Na página do seu teste aparece os resultados das suas consultas anteriores sinalizadas por datas.  É possível, inclusive, baixar um PDF com todas as informações. 

Não recebo a internet contratada: o que fazer?

Ao acompanhar os resultados do seu teste de velocidade e identificar que não recebe a internet que contratou, a primeira coisa a fazer é entrar em contato com a sua operadora.

Você deve comunicar o que vem acontecendo e pode argumentar com os testes realizados. A empresa vai fazer os próprios testes e pode até enviar uma visita técnica para averiguar se há algum problema na infraestrutura. 

Caso a operadora não resolva o problema, é a hora de você ativar a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), órgão regulador onde você pode registrar suas reclamações e que vai intermediar sua solicitação. Há várias maneiras de fazer essa reclamação.  

Se o problema persistir, você pode entrar com um processo no Programa de Proteção e Defesa do Consumidor, mais conhecido como Procon. Com o contrato em mãos, os testes e os protocolos de reclamação, a operadora pode até ter que pagar multas ao cliente pelo serviço que não foi realizado de maneira satisfatória. 

Vale a pena lembrar que a operadora não garante a velocidade contratada na conexão wifi, apenas na conexão via cabo. Por isso, é fundamental realizar o teste conectando o cabo ao seu computador.

O que faz uma internet ser rápida?

De modo geral, as operadoras vendem velocidade. Você vê por aí anúncios de 5 Mega, 25 Mega e até 200 Mega, certo? Mas, o que isso quer dizer? 

O que elas estão oferecendo é a velocidade máxima com o qual você pode fazer download e quanto maior mais rápida será a conexão. Mas, é importante ressaltar que, a capacidade de upload tem uma taxa diferente e inferior. 

Por exemplo, o pacote de 50 Mbps da Vivo oferece essa velocidade para download, mas seu upload é de 2 Mbps. Isso é normal e acontece porque os usuários recebem mais dados do que enviam. 

Mas, essa não é a única característica a ser levada em consideração. A latência, ou ping, também são importantes para saber se a internet é rápida.

O que é Ping?

Abreviação do inglês “Packet Internet Network Grouper”, o Ping nada mais é do que o tempo que um comando leva para sair do seu computador, chegar até o destino na internet e retornar. 

Ele é fundamental para saber a qualidade da transmissão de dados da sua internet e a velocidade. Quanto menor é o ping, mais rápida é a conexão.

No caso de jogos e outras atividades on-line que requerem interatividade e agilidade, o ideal é que o ping esteja abaixo de 100 ms, proporcionando assim uma experiência positiva ao usuário. 

Nos testes de velocidade você consegue verificar esse tipo de informação. 

Tecnologias de internet e como elas impactam na velocidade

São várias as tecnologias que permitem que você acesse a internet. Vamos falar um pouco sobre elas e como elas impactam na velocidade da internet. 

ADSL

A ADSL é uma linha assimétrica, que utiliza a linha telefônica para transmissão (mas não ocupa o telefone). Sua velocidade é maior para download do que para upload e é possível alcançar altas taxas de velocidade, permitindo uma troca de informação rápida on-line.

Internet a Cabo Coaxial

Esse tipo de cabo, também conhecido como cabo trançado, é um dos mais comuns nos serviços de internet banda larga no Brasil. Essa tecnologia oferece boa velocidade e protege de interferências e ruídos, contando com mais qualidade na transmissão de dados. 

Fibra óptica

Essa é a opção mais rápida e estável do cenário atual. Ela chega a cabo até a sua casa, mas diferentemente das outras tecnologias, ela utiliza micro pedaços de vidro em sua composição. Isso faz com ela alcance velocidades únicas e tenha menos impactos externos na transmissão.  

Internet via Satélite

Nesse tipo de tecnologia, o sinal é distribuído por satélite e captado por um equipamento instalado em sua casa. A velocidade não alcança altos índices quanto as opções a cabo e é facilmente impactada pelo clima, como no caso de chuvas, vendavais e tempestades.

Internet via Rádio

Esse tipo de tecnologia depende de torres de transmissão e antenas para captação. Por esse motivo é mais instável e não garante tanta velocidade na conexão. Alterações climáticas e obstáculos como construções ou árvores podem interferir no sinal e na velocidade. 

Velocidade de internet x Franquia

Vale ressaltar que velocidade é diferente de franquia de dados oferecidas em pacotes de 3G ou 4G. 

Quando anunciam 10 Giga de internet isso quer dizer que você tem determinada quantia de dados para navegar durante um período. Não que sua internet terá 10 Giga de velocidade, ok?

O que pode influenciar na velocidade da conexão?

Confira alguns fatores que podem contribuir para que a velocidade da conexão esteja reduzida:

  • Quantidade de dispositivos conectados: você recebe determinada quantidade de velocidade no seu plano, mas ela é dividida nos vários aparelhos conectados na mesma linha. Não adianta ter 100 Mega se você conectar 10 celulares, computadores, notebooks, tablets e Smart TVs ao mesmo tempo. Assim a internet com certeza ficará mais lenta.
  • Tipo de transmissão: se você está conectado via wi-fi, a transmissão pode ser prejudicada e diminuir a velocidade. Pode acontecer pela distância em que se encontra do roteador ou obstáculos do local. 
  • Navegadores de internet desatualizados: nem todo mundo tem o costume de atualizar os navegadores de internet. Mas, os desenvolvedores lançam constantemente novas versões no intuito de melhorar a experiência do usuário. Ao manter o navegador desatualizado, o carregamento pode ficar mais lento.
  • Equipamentos obsoletos: às vezes pode parecer que a internet está lenta, mas pode ser que o seu computador ou celular é que estão, o que dificulta o carregamento das páginas. Isso acontece quando os dispositivos são mais antigos, com tecnologias ultrapassadas, interferindo na velocidade.

Como escolher a velocidade ideal no plano de internet?

Muita gente fica em dúvida na hora de escolher qual velocidade atende melhor no dia a dia. A resposta para isso varia muito de pessoa para pessoa, uma vez que depende do seu perfil como usuário. 

Vamos te explicar algumas questões que você deve considerar para identificar o que condiz com sua necessidade:

Como você consome na internet?

Nesse ponto vale considerar se você é do tipo que passa longas horas vendo séries e filmes em streaming, jogando on-line ou se apenas usa redes sociais, acessa sites e envia e-mails.

Veja essa lógica:

  • Consumo Básico: se enquadra nesse perfil se o uso da internet é para acesso a sites de notícias e informações, assiste a alguns vídeos no YouTube, navega pelas redes sociais e confere o e-mail algumas vezes ao dia. Para esse tipo de consumo, é recomendado de 1MB a 5MB por usuário.
  • Consumo Moderado: além das atividades básicas citadas, o usuário assiste Netflix ou outras plataformas de streaming, baixa filmes e usa plataformas de armazenamento em nuvem, como o DropBox, Google Drive. Para esse perfil, é recomendado de 5MB a 10MB por internauta.  
  • Consumo Pesado: além dos acessos citados anteriormente, o usuário realiza downloads e transmissão de arquivos pesados e joga on-line várias horas por dia. Para esse perfil, recomenda-se de 10MB a 15MB por pessoa.  

Quantas pessoas usam a mesma rede?

Como já explicamos anteriormente, a velocidade da rede é compartilhada entre os dispositivos conectados e em funcionamento. 

Por isso, é necessário considerar quantas pessoas vivem em sua casa e quantos aparelhos cada uma utiliza, caso contrário, a internet pode ficar sobrecarregada. 

Você faz mais download ou upload de dados?

Geralmente, as pessoas fazem mais download do que upload. Cada vez que você assiste um vídeo online está baixando um conteúdo da internet, assim como o acesso a sites e redes sociais. Esse é o perfil do usuário comum e por isso as empresas oferecem pacotes com maior velocidade de download. 

Quando você transmite arquivos, sobe fotos nas redes sociais ou um vídeo para o YouTube, você está fazendo um upload de dados. Produtores de conteúdo digital, por exemplo, sobem mais informações do que baixam. 

 

Considerando esses fatores, você sabe a quantidade de velocidade ideal e pode buscar o pacote de internet que mais combina com você em nosso comparador de planos.

Posts Relacionados