A internet das coisas: Conectando itens do dia-a-dia à rede

Você como muitas outras pessoas já deve ter parado para pensar que, o mundo está cada vez mais moderno, com lançamentos de aparelhos cada vez mais sofisticados que fazem parte do nosso cotidiano.

Um grande avanço foi quando a internet chegou, uma coisa jamais vista fazendo a conexão de computadores de diversas partes do mundo em uma rede para troca informações. Com a velocidade da internet aumentando, o cenário fica ainda mais impressionante.

Mas como se não bastasse a nossa cede de sempre querer mais, achamos isso tão legal que não queríamos deixar em casa e logo demos um jeito de carregar ela conosco em nossos celulares.

Passaram-se os anos e cada vez mais a necessidade de se conectar fez com que, os aparelhos das gerações seguintes não deixem de vir com essa tecnologia embarcada, por isso agora vamos falar da Internet das Coisas.

O que é a internet das coisas?

O termo internet das coisas surgiu em 1999, em uma reunião da empresa americana Procter & Gamble, quando se faziam previsões de que um dia aparelhos comuns que usamos todos os dias teriam uma conexão à rede mundial de computadores, e esse dia chegou.

Mais não pense que isso é recente, no brasil só aqui já são mais 150 milhões de objetos conectados à internet, sendo que essa indústria promete chegar a 2020 com 30 bilhões de coisas conectadas, movimentando 1,7 trilhões de dólares.

A internet das coisas é a forma de inserir a tecnologia da internet em aparelhos do nosso convívio como portas, pulseiras, roupas, geladeiras, veículos, aparelhos domésticos e até nas casas que já são conhecidas como Mart Home.

Vantagens e como essa tecnologia vai nos impactar no futuro

A internet das coisas vai além do nosso pensamento, suas vantagens são inúmeras trazendo cada vez mais conforto e segurança aos usuários, na medicina essa tecnologia já é bem usada uns exemplos são: as bancadas de cirurgia que medem o status do paciente, potes de remédios que lembram a você a hora de tomá-los, pulseiras que medem a pressão arterial de um idoso e mandam aos seus parentes entre outros.

Geladeiras que sabem a hora de repor alimentos, portas que reconhecem seu rosto e suas digitais são exemplos simples de como essa tecnologia pode estar presente em todos os locais que frequentamos.

No dia a dia são relógios que se conectam com smartphones, permitindo ler mensagem e verificar notificações, câmeras de segurança com Wi-Fi que dão a chance de verificar as imagens de qualquer lugar, carros autônomos e sensores dos mais diversos tipos que funcionarão através da internet.

Esperamos que no futuro a internet das coisas esteja presente em nossas vidas, de maneira natural e não mais como uma novidade, chegando a um ponto em que ela estará dentro de nós.

Mais para isso acontecer também temos que pensar em como estaremos conectados. Será que a atual velocidade da internet e pacotes de dados que, recebemos vão acompanhar essas modificações? Você já parou para ver como anda a sua conexão com a internet hoje?

Para saber basta fazer um teste de velocidade no site do MinhaConexão, que oferece o mais completo teste de velocidade e já que conta com a maior rede de associados e é referência no pais. Lembrando que você também pode aproveitar a vantagem de ter o histórico a cada vez que fizer o teste de sua conexão e velocidade.

Posts Relacionados

Como resolver problemas de internet lenta?

Autor: minhaconexao | 16 de março de 2020
Fez um teste de velocidade e percebeu que sua internet está lenta? A velocidade de upload ou download está sempre muito demorada? Veja abaixo alguns…