Redes 3G e 4G são seguras para realização de transação financeira?

Veja aqui se o seu 3G é seguro o suficiente para realização de transações bancárias e tire suas dúvidas sobre segurança.

Com as facilidades que a internet trouxe, ninguém mais quer sair de casa para realizar transações financeiras. Se você costuma usar o celular para resolver esse tipo de assunto, é bom ficar ligado ao tipo de conexão.

Movimentações mais seguras: O uso de redes de dados

As redes de dados das operadoras costumam ser mais seguras que as redes Wi-Fi.

É bom lembrar que ninguém está completamente livre do risco de cair em algum golpe. Sempre há uma troca de dados entre a rede em que você está conectado e o seu celular. As suas informações, como senhas e afins, passam por todo um sistema.

Embora sejam consideradas bem seguros, o 3G e o 4G também possuem vulnerabilidades, mas golpes envolvendo redes de dados são bem mais complexos e exigem muito trabalho ao criminoso, e graças a isso acontecem com menos frequência.

Tipos de ataques

Para dar o golpe em alguém conectado ao 3G ou 4G, uma alternativa para o criminoso é comprometer o provedor que garante o acesso à internet móvel, e isso requer invadir uma rede imensa, que com certeza possui várias barreiras de segurança.

Outro caminho, também não tão fácil, é gerar um falso sinal perto da vítima, usando uma simulação de antena, o que exige alto custo e é bem raro de acontecer.

As redes 4G, embora parcialmente criptografadas, são mais modernas e mais seguras que as redes 2G e 3G, por isso, quem usa o 4G está mais seguro do que quem ainda usa conexões mais antigas, por exemplo.

Dicas para ter mais segurança na hora de realizar transações

Ainda assim, esses tipos de golpes são bem raros, por isso, quando for realizar transações financeiras, prefira as redes móveis, pois as redes Wi-Fi são um alvo mais fácil para criminosos.

Utilize os aplicativos oficiais dos bancos, já que eles são desenvolvidos com mais proteção contra golpes. No site é mais fácil para o hacker te direcionar para páginas falsas.

Assim que você abrir o aplicativo do banco, deve aparecer um certificado digital, que é conectado ao servidor do banco, e dessa forma há mais segurança na conexão.

Se tiver que acessar pelo site, tenha certeza que os dados batem com os do banco. Se houver alguma divergência, é sinal de que houve algum direcionamento na conexão. Mas ainda assim, é muito mais seguro usar o aplicativo.

É claro que nem os aplicativos estão 100% livres de golpes. O mais fácil de se ver, que é também o que mais cresce a cada dia no Brasil, é a proliferação de trojans e vírus capazes de roubar os dados do usuário, ou então instalar um falso aplicativo do banco.

Como fazer um teste de velocidade da sua internet

Agora que você já sabe todas as informações com relação à segurança na hora de realizar transações, faça um teste para medir a velocidade da sua conexão e veja se o que está recebendo em casa corresponde ao plano pelo qual está pagando.

Faça agora mesmo o teste de velocidade no MinhaConexão!

Posts Relacionados