Entenda o que é Ransomware e veja como se proteger desse vírus virtual!

Já imaginou ligar o seu computador e não conseguir acessar nada? Ao invés disso, surge na tela um pedido de resgate! Parece cena de filme, mas pode acontecer se a sua máquina for infectada por um Ransomware.

Mais conhecido em ambientes corporativos e governamentais, uma vez que seus usuários têm mais recursos para pagar um resgate, o Ransomware passou a se apresentar em computadores pessoais.

Como todos os tipos de vírus virtuais, é possível tomar medidas preventivas para que esse cenário nunca aconteça para você.

A seguir, saiba tudo sobre o Ransomware: o que é, como funciona e como se proteger.

O que é Ransomware?

Ransomware é um tipo específico de vírus que tem se tornado popular nos últimos anos.

Seu nome é um mix de Ransom, que significa resgate, com malware, que é o nome dado aos vírus virtuais.

Quando uma máquina é infectada por um Ransomware, o usuário não consegue realizar as funções básicas e todos os seus arquivos são bloqueados

O computador só volta a funcionar normalmente após a realização de um pagamento de resgate.

O Ransomware não é uma novidade: ele foi desenvolvido em meados dos anos 80 e desde essa época já contava com o propósito de obter um pagamento de resgate.

Se antes os autores do envio do vírus utilizavam o correio para receber dinheiro, hoje eles se valem de sistemas financeiros que permitem o anonimato, como as criptomoedas.

Como funciona o Ransomware?

Este é um vírus que tem como objetivo obter um resgate em dinheiro. Como falamos de arquivos importantes, a maioria das pessoas cede e paga a quantia exigida pelo autor do vírus.

Atualmente, existem três tipos populares de Ransomware:

  • Ransomware de bloqueio: onde as funções básicas do computador são afetadas e o usuário não consegue mexer em nada.
  • Ransomware de criptografia: em que alguns arquivos importantes passam por criptografia e reverter ao normal é bastante complexo.
  • Scareware: Uma nova versão, que envia avisos de infecção de vírus falsos para o seu computador, fazendo com que você tome ações de “limpeza”, sem necessidade.

Todos esses tipos de Ransonware podem infectar seu computador ao baixar um e-mail com vírus, spans que contam com anexos e geralmente se fazem passar por instituições sérias.

Outro método de infecção é navegar em sites suspeitos que tenham a chamada malvertising, que é a publicidade maliciosa.

Em ambos os casos, é recomendável que você proteja sua máquina e instale um dos antivírus confiáveis que existem no mercado, programas que contam com tecnologia para identificar e neutralizar ataques desse tipo. Os antivírus são as melhores ferramentas para proteger sua navegação, garantindo que nenhum Ransomware ou outro tipo de vírus atinja o computador.

Além disso, existem outras medidas que você pode tomar para se proteger. 

Como se proteger do Ransomware?

Com nossa rotina cada vez mais digital, pessoas e empresas estão expostas diariamente aos riscos do Ransomware.

Basta uma pesquisa rápida pelas notícias da internet para “tirar a prova”: de serviços de saúde de países desenvolvidos até pessoas com uma certa renda bancária, todos podem sofrer com esse vírus.

A boa notícia é que tem como se proteger do Ransomware ao tomar algumas medidas preventivas, além do uso de um bom sistema antivírus.

O Ransomware costuma ser enviado por e-mail, em e-mails que tentam imitar o layout de mensagens de órgãos nacionais importantes, como a Receita Federal ou agências bancárias.

Por isso, confira detalhes do e-mail antes de abrir um anexo. Observe remetente do e-mail para saber se existem erros de grafia no nome da instituição ou o endereço é uma sequência numérica, itens que indicam a fraude. 

Se você resolver abrir o e-mail, nunca clique em um link sem saber para onde ele vai. Posicione o mouse sobre o botão, para visualizar o endereço eletrônico no canto esquerdo da tela.

Se for uma sequência de caracteres e números aleatórios ou mesmo um endereço que não condiz com o remetente, não clique!

Por fim, se a dúvida persistir, ligue para a instituição em questão, utilizando os números telefônicos oficiais do site da marca, para se certificar de que a mensagem é verdadeira.

Os ataques Ransomware são extremamente lucrativos. Estima-se que em 2020, renderam R$2,1 bilhões para os hackers

Com um negócio tão rentável, as mensagens serão cada vez mais sofisticadas para enganar o usuário, fazendo com que ele baixe arquivos que colocam o uso da máquina em risco.

Ao tomar atitudes simples, você evita passar por esse tipo de golpe e consegue navegar pela internet com o máximo de segurança.

 

Posts Relacionados

Entenda o que é Firewall!

Autor: Anne Morais | 10 de novembro de 2020
Estima-se que, nos últimos meses, ocorreram 23 ataques cibernéticos por minuto, apenas no Brasil.  Entre as soluções para evitar esse tipo de situação está o…