Thunderbolt: conheça a tecnologia criada pela Intel em parceria com a Apple

Estamos cada vez mais atrás de conectividade rápida e simplificada, seja na navegação, na resposta de sistemas ou na transmissão de dados entre dispositivos. 

Neste quesito, o Thunderbolt revolucionou o mercado e chama a atenção por atingir altas taxas de velocidade na transmissão. Quer saber mais sobre a tecnologia? Confira todos os detalhes logo abaixo!

O que é Thunderbolt?

A Intel e a Apple, reconhecidas como gigantes da tecnologia no cenário mundial, se juntaram para desenvolver o Thunderbolt. 

Trata-se de um padrão de comunicação utilizado em interfaces entre dispositivos como monitores, HDs externos e os computadores.

A versão mais atual no mercado é o Thunderbolt 3, capaz de alcançar velocidade de até 40 Gbps na transmissão de dados. A conectividade permite transmitir simultaneamente vídeos 4K para dois monitores ou para um monitor 5K. 

Com interface bidirecional (full-duplex), os dispositivos recebem e enviam dados ao mesmo tempo, sem impactar na velocidade. 

Seu padrão de entrada é compatível como o USB-c (USB3.1), tornando seu uso universal , alcançando ainda mais usuários de MACs ou PCs.

Além disso, ele suporta padrões HDMI 2.0 e 10GbE (conhecido como Ethernet). A alimentação é de até 100W. Ou seja, é capaz de alimentar um monitor de vídeo de alta resolução ou um HD externo. 

Qual a velocidade do Thunderbolt?

Quando se fala em velocidade de transmissão de dados, é comum que as pessoas já façam uma associação com a velocidade da internet.

Por isso, muitos perguntam: o Thunderbolt altera a velocidade de conexão?

A resposta para isso é não! A velocidade do Thunderbolt está associada com a conexão entre dispositivos e a transmissão de dados entre eles.

Ou seja, contar com esse tipo de conectividade não vai deixar sua internet nem mais rápida, nem mais lenta. 

Quer saber qual é a real velocidade da sua internet? Faça um teste de velocidade gratuito! Demora apenas alguns segundos, e você ainda tem um histórico de consultas, para fazer futuras comparações!

Qual a diferença entre Thunderbolt 1, 2 e 3?

As empresas estão sempre trabalhando em atualizações e maneiras de oferecer inovações aos seus clientes.

Por isso, existem diferentes gerações de Thunderbolt, cada uma com características aprimoradas. 

Abaixo você confere os detalhes!

Thunderbolt 1

A interface Thunderbolt 1 foi lançada em 2011, voltada para MacBook Pro e outros produtos Apple. Ela possui dois canais de comunicação de 10Gbps, um que envia os dados e outro que recebe.

Sua entrada é compatível com os antigos Mini DisplayPort 1.0 e 1.1A da Apple assim como PCI Express 2.0 e 2.0 4X. 

Thunderbolt 2

Em um primeiro momento, o Thunderbolt 2 parece idêntico à primeira versão. No entanto, a tecnologia combinou os dos canais em um único cabo e essa união permitiu uma velocidade de 20Gbps.

Essa geração conta acessibilidade ao formato DisplayPort 1.2 Apple e permite streaming de vídeo 4k além de conexão de até dois monitores QHD. 

Thunderbolt 3

A versão atual da conectividade foi lançada em 2015 e trouxe duas grandes inovações: velocidade de até 40Gbps e conector igual ao padrão USB-c. 

Além disso, é capaz de transmitir vídeos para dois monitores 4K simultaneamente ou um 5K.  

Lançamento do Thunderbolt 4

Está para chegar ao Brasil o Thunderbolt 4.

De acordo com a Intel, a nova geração de conectividade se baseia nas inovações do Thunderbolt 3 para oferecer uma experiência de conexão por cabo verdadeiramente universal, com 40 Gb/s de velocidade e conexão de dados, tela e energia em um único cabo. 

Além de ser compatível com o USB4, o Thunderbolt promete suportar até dois monitores 4K ou um monitor 8K e velocidades de armazenamento externo de até 3.000 Mbps.

Qual a diferença entre Thunderbolt e USB-c?

Por muito tempo a diferença entre Thunderbolt e USB era clara. Cada um com uma porta diferente no computador e os devidos dispositivos compatíveis. 

Mas, isso mudou quando o USB-c entrou em cena. Isso porque as entradas passaram a ser as mesmas tanto em computadores quanto em HDs externos. 

No entanto, as semelhanças param por aí. Isso porque, o que é mais esperado é a velocidade. E nisso, o Thunderbolt ainda é muito superior ao USB de maneira geral. 

Existe uma expectativa no cenário atual em que o USB 4 vai trazer as mesmas características que o Thunderbolt. Mas, é esperar para ver! O lançamento deve acontecer em 2021.

Quais empresas usam Thunderbolt?

Por ser um produto desenvolvido pela Apple, muita gente acha que o Thunderbolt é utilizado apenas pelos applemaníacos e que só conversa entre o mesmo sistema. 

Poderia até ser assim, mas, graças à parceria com a Intel, o padrão de comunicação ganha mais abertura no mercado.

A Intel tem feito acordos com várias fabricantes de equipamentos eletrônicos. O intuito? Que o Thunderbolt esteja presente nos mais variados dispositivos. 

É o caso, por exemplo, de empresas como Blackmagic, Aja, Apogee Avid, LaCie, Western Digital e Promise.

Ou seja, aos poucos, mais ecrãs e HDs externos estarão disponíveis para aquisição com a nova tecnologia. 

O USB vai ser substituído pelo Thunderbolt?

O Thunderbolt é uma tecnologia muito mais rápida que o USB. Por esse motivo, existe uma especulação de que o USB será substituído por ele. 

Esse tipo de questionamento é comum, uma vez que já vimos isso acontecer com vários outros aparatos tecnológicos.

É possível que, futuramente, o USB caia em desuso exatamente por ter uma tecnologia superior disponível. 

Mas, não é possível afirmar com precisão e, se acontecer, deve demorar. Isso porque a quantidade de equipamentos, dispositivos e usuários que contam com o USB como referência ainda é superior. 

Ou seja, se essa é a sua preocupação para passar a utilizar o Thunderbolt, fique despreocupado. O USB não deve ficar obsoleto por um bom tempo!

E aí, curtiu as informações? Confira outros artigos sobre tecnologia no blog MinhaConexão!

Posts Relacionados