Entenda a diferença entre Hub, Switch e Roteador

Sabemos que hub, switch e roteador são equipamentos que possibilitam a conexão de computadores em redes, porém muitos de nós não sabemos diferenciar o funcionamento real de cada um.

Vamos te ajudar a entender a particularidade de cada aparelho.

HUB

O termo “hub” pode ser traduzido como “ponto central”, sendo um dispositivo que tem a função de interligar os computadores de uma rede local, uma vez que possui várias portas ele também é visto como um concentrador de rede. Sua forma de trabalho é a mais simples se comparado aos outros dois aparelhos.

As “portas / entradas” são para conectar o cabo de rede de cada computador. Geralmente, há aparelhos com 8, 16, 24 e 32 portas, mas a quantidade varia de acordo com o modelo do fabricante. Quando recebe informação numa determinada porta, o hub transmite essa informação por todas as outras portas, exceto por aquela que recebeu essa informação.

Durante o processo, outros usuários ficam impossibilitados de enviar informações, e o uso de muitas máquinas podem causar lentidão. Devido a isto os hubs são adequados para redes domesticas ou pequenas. Mesmo sendo um aparelho mais barato, este aparelho não possui tanta procura devido a existência de aparelhos com capacidade de suportar redes maiores.

SWITCH

São aparelhos semelhantes aos hubs, porem a diferença é que o switch tem como principal diferença a forma como transmitem dados entre os computadores.

Um switch tem a capacidade de criar uma série de canais exclusivos em que os dados do computador de origem são recebidos somente pela máquina de destino. Os hubs reúnem o tráfego em uma única via, pois dessa forma, a rede não fica congestionada a um único computador no envio das informações e isso aumenta o desempenho da rede.

Porém, se dois ou mais computadores tentarem enviar dados simultaneamente, a mesma máquina pode ocorrer pequenas interferências como a diminuição de velocidade.

O Swith também possui várias portas de entrada, e esse tipo de dispositivo é voltado principalmente para redes pequenas, com até 24 computadores.

ROTEADORES

Dentre os outros dois aparelhos citados, o roteador atualmente é o mais conhecido pela população. Eles costumam agir de forma mais inteligente do que os outros dispositivos, estabelece a comunicação entre duas máquinas e são capazes de interligar várias redes.

No mercado existe dois tipos de roteadores, o dinâmico e o estático.

O roteador dinâmico detecta obstáculos e encontra sempre a rota mais rápida para enviar dados. Por ser mais sofisticado consequentemente custa mais caro.

O roteador estático que escolhe o menor caminho para enviar os dados, sendo um modelo mais simples e mais barato.

Ambos possuem a capacidade de escolher a melhor rota que a informação deve seguir até seu destino. Com isso, a velocidade de transferência é maior e a perda de dados durante a transmissão diminui consideravelmente. Roteadores são essenciais para o funcionamento da internet.

Agora que você já sabe da diferença entre a velocidade dos três dispositivos, utilize o site MinhaConexão para realizar um teste de velocidade e medir a velocidade de download com maior precisão e segurança em seus resultados. Além de disso, armazena e gera um histórico detalhado com os seus testes. Você pode salvar e imprimir para usar como prova de problemas com sua internet.

Posts Relacionados

O que é a Internet das Coisas (IoT)?

Autor: minhaconexao | 14 de maio de 2019
A cada ano que passa, a tecnologia aparece com muitas novidades. A revolução é tanta que muitas coisas que pareciam impossíveis de acontecer, hoje são…