Automação residencial: entenda como deixar sua casa inteligente!

Muitas gerações cresceram assistindo o desenho “Os Jetsons” na TV e sonhando com todas as tecnologias que poderiam existir no futuro, as possibilidades de mais comodidade e praticidade em um só comando. 

Pois esse sonho já é uma realidade, graças à automação residencial! Se você quer saber mais sobre o assunto, esse texto é para você!

O que é automação residencial?

Automação residencial é uma maneira de fazer com que os aparelhos da sua casa funcionem de maneira automática, com comandos programados, horários específicos e de formas características. 

É uma solução que utiliza a tecnologia para facilitar a vida das pessoas que moram no lugar, pois seu lar se torna uma casa inteligente

Os dispositivos ficam integrados em um só sistema, facilitando a ativação ou desativando tudo da maneira como for mais funcional. É possível controlar a residência inteira por voz, aplicativo ou sistemas criados especialmente para isso.

As pessoas buscam a automação residencial porque ela traz vários benefícios. É possível otimizar o seu tempo, economizar energia, trazer mais conforto e até mais segurança.

O mais interessante é que é completamente personalizável. Você adequa a sua casa da maneira que preferir, levando em consideração o que traz mais comodidade para você.

Como a automação residencial funciona na prática?

As possibilidades em uma casa automatizada são infinitas. Tudo vai de acordo com o que você deseja, as suas necessidades e as configurações adequadas.

Por exemplo, você pode configurar uma mudança completa em sua sala de TV quando for assistir filmes ou sua série favorita, de modo que proporcione mais conforto. 

No momento em que você acionar que deseja assistir, o home theater é ligado automaticamente, as persianas são fechadas e a iluminação será apagada ou reduzida. 

A ideia é sempre proporcionar economia, conforto, praticidade e segurança!

Vale ressaltar que é importante que as pessoas que moram na residência tenham afinidade com a tecnologia e saibam usar o sistema

Imagine: quer ligar a televisão ou acender uma luz, está tudo conectado e não saber exatamente o que fazer ou como usar as funcionalidades? Acaba que toda a automação fica inútil, não é mesmo? Então, leve isso em consideração!

 

 

Como fazer automação residencial?

Para fazer a automação da sua casa, o primeiro passo é entender um pouco de tecnologia no cotidiano. Se você estiver disposto a aprender também ajuda!

Você deve considerar:

  1. O que você deseja automatizar;
  2. Se seus aparelhos já são inteligentes ou é necessário comprar novos ou adaptá-los;
  3. Qual sistema você usará para automatizar a casa e integrar os comandos (há kits já prontos de “casa eficiente”, “residência inteligente”, “casa automatizada”, etc., com características bem variadas);
  4. Instalar o sistema e integrar os aparelhos por meio da configuração indicada pelo fabricante.

Se você se sente perdido nesse assunto, há muitas empresas que podem cuidar da automação residencial para você. 

Nesses casos, são desenvolvidos projetos de acordo com o que você deseja automatizar, o que deve ser alterado e adquirido

Na maioria dos casos, os profissionais também vão até a sua casa e fazem todas as configurações necessárias para você.

Quais os equipamentos preciso para automação residencial?

Os chamados equipamentos inteligentes são aqueles que podem ser interligados a um sistema, utilizando a Internet das Coisas (Internet of Things – IoT). 

São objetos e aparelhos que você pode configurar e usar, adequando ao que funciona para sua rotina e para a sua casa. Conheça alguns:

  • Televisão;
  • Geladeira;
  • Lâmpadas;
  • Persianas;
  • Câmeras;
  • Alarmes;
  • Sensores de invasão ou incêndio;
  • Babá eletrônica;
  • Lava louça;
  • Ar-condicionado
  • Máquina de lavar roupa;
  • Robô aspirador;
  • Sistemas de vídeo e som;
  • Irrigadores;
  • Limpadores de piscina;
  • Cortador de grama;

Esses equipamentos podem ser controlados por um painel fixo ou pelo celular e assistentes virtuais, utilizando até a voz como ativação. 

Além disso, você precisa de um sistema de integração, para facilitar que tudo seja administrado em um só lugar.

Alguns desses dispositivos podem ser nativamente inteligentes. É o caso, por exemplo, das Smart TVs ou as desejadas geladeiras com visor. Se você quer uma automação residencial e adquirir novos equipamentos, vale a pena considerar isso.

Em algumas situações, é possível tornar os equipamentos inteligentes. 

As televisões sem conexão direta com a internet podem facilmente ficar conectadas e se tornarem smart com um simples aparelho Chromecast ou ferramenta similar. 

Há outros tipos de adaptações para outros dispositivos, tudo vai depender da sua necessidade!

Alexa automação residencial

Veja como configurar a tecnologia Alexa para executar ações de automação residencial:

  1. Certifique-se que a Alexa está carregada e em funcionamento;
  2. Baixe o aplicativo Alexa em seu smartphone, é compatível tanto com sistema Android quanto no iOS e o download é gratuito em sua loja de app;
  3. Abra o app e cadastre-se;
  4. No menu, clique em “Habilidades”;
  5. Conecte o dispositivo Alexa ao seu celular por meio de pareamento;
  6. Configure, pelo aplicativo, o login e senha da internet para a Alexa ficar conectada;
  7. Dê início às configurações de voz indicadas no app, cadastrando alguns comandos;
  8. Pronto! Aos poucos, você vai ensinando algumas coisas para a Alexa e pode tornar a experiência ainda mais personalizada!

Por meio dessa configuração você pode mudar a música que está tocando enquanto está no banho ou desarmar o alarme de casa com um simples comando.

Basta configurar a ferramenta e aproveitar todas as suas funcionalidades. Você vai precisar de uma boa internet wi-fi e também de um smartphone.

Automação residencial preço

O preço de uma automação residencial vai variar muito conforme suas necessidades, as adaptações a serem feitas na sua casa e até se você vai contar com uma empresa especializada no assunto.

Por exemplo, se você deseja uma automação em que as lâmpadas acendam com comando, desligue o forno ou mude a temperatura da geladeira, vai depender se esses equipamentos já são inteligentes ou se você vai precisar arcar com novos eletrodomésticos e sistemas. 

Às vezes, a adaptação da sua residência vai precisar de intervenções físicas e isso vai precisar de um investimento com profissionais da área.

Mas, caso você já tenha esses aparatos, uma boa conexão e um assistente virtual já resolvem a sua vida e isso pode sair bem em conta para ter toda a comodidade que uma casa inteligente pode proporcionar!

Qual a importância da internet na automação residencial?

Existem alguns sistemas de automação que funcionam por meio de Bluetooth. 

Mas, em sua maioria, a automação é feita via conexão com a internet, aproveitando ao máximo a IoT. Nesse caso, tudo estará conectado a partir do wi-fi da sua residência.

Por isso, algo que você deve sempre considerar na automação é ter uma internet com alta velocidade. Isso porque o pacote que você contratar tem uma taxa de download que será dividida pelos dispositivos conectados. 

Quanto mais aparelhos você usar na automação e conectados na mesma rede menos velocidade você terá.

Considere a quantidade de dispositivos que serão usados simultaneamente e escolha um plano de internet que supre essa necessidade.

Se você não sabe qual a velocidade da sua internet atual, basta fazer um teste de velocidade. Ao acessar a página, a medição já se inicia e, em poucos segundos, você sabe como está sua conexão e as taxas de download, ping e upload.

Você pode conferir também no ranking do Minha Conexão qual a operadora mais rápida na sua região!

Posts Relacionados