Como a internet contribui para um trabalho mais flexível

Você já parou para pensar no quanto a internet influencia as nossas vidas? Essa rotina mais conectada já tem influenciado o mundo corporativo, com surgimento e expansão do trabalho remoto. Mais do que uma maneira mais moderna e tecnológica, esse formato de atuação pode ser utilizado pelas organizações de forma estratégica.

Uma pesquisa realizada por uma rede de agências de relações públicas mostrou que mais de 90% das empresas entrevistadas já adotam ou pretendem adotar o trabalho remoto. E são diversos os tipos de negócios que podem se beneficiar desse modelo, basta se atentar a alguns detalhes que serão detalhados neste post.

Ficou curioso? Então, acompanhe este artigo e boa leitura!

O que é o trabalho remoto?

O trabalho remoto sempre foi realizado em algumas profissões, como os vendedores e representantes comerciais, e se caracteriza pela atuação do funcionário fora das dependências da empresa. Com a popularização da  internet, esse tipo de trabalho se tornou mais viável e até mesmo mais atrativo.

Hoje em dia, qualquer profissional dos setores administrativos, por exemplo, podem trabalhar de suas casas ou de um coworking em alguns dias da semana, ou até por períodos maiores. Isso proporciona diversos benefícios, tais como:

  • menor custo com transporte;
  • melhoria na qualidade de vida dos colaboradores;
  • redução nos custos com infraestrutura na empresa;
  • mais motivação e engajamento das equipes.

Em alguns casos, o trabalho remoto também proporciona maior flexibilidade, de forma que você pode montar seus horários.

Qual é o papel da internet nessa nova forma de trabalhar?

Como mencionado, a internet foi a grande responsável pelo fortalecimento dessa prática no mercado. A seguir, vamos abordar os principais pontos que justificam essa afirmação.

Permite o acesso aos dados necessários para a execução das tarefas

Nas décadas passadas, boa parte das organizações contavam com sistemas de informação offline, com banco de dados interno que só era possível acessar de dentro da empresa. Dessa forma, todos os funcionários precisavam estar presentes no escritório para conseguir executar suas tarefas diárias.

Atualmente, essa realidade tem sido cada vez menos frequente. Tudo é feito em servidores em nuvem, com mais segurança e acessibilidade. Os softwares podem ser utilizados a partir de qualquer lugar com uma conexão com a internet, dando mais liberdade para os colaboradores e gestores na organização das pendências.

Garante uma comunicação direta com toda a equipe

Uma questão que acaba gerando muita desconfiança em quem ainda não teve um contato mais direto com o trabalho remoto é em relação à interação entre os colaboradores.

Assim como a internet permite o acesso às bases de dados da empresa, ela também provê meios de comunicação entre os times de forma bastante eficiente.

Existem diversos aplicativos que foram desenvolvidos justamente para este fim, nos quais é possível manter diálogos privados ou em grupos, fazer a transferência de arquivos e até mesmo delegar funções e tarefas a outros membros. É mais produtivo do que ter pessoas circulando pelos corredores e fazendo pausas intermináveis para o café.

Contribui com a flexibilização da rotina

Outro ponto muito importante é que o trabalho no formato tradicional requer que a pessoa cumpra um horário mais rígido. Mesmo que ela tenha a liberdade de escolher um horário para chegar e sair, ele precisa estar incluído em um período chamado comercial. Isso, de certa forma, engessa a rotina do colaborador.

No trabalho remoto o foco está nas entregas e não no cumprimento dos horários. O profissional pode aproveitar um momento mais produtivo na parte da noite para realizar algumas tarefas e dormir até mais tarde no dia seguinte, sem prejudicar a organização. Tudo com muita responsabilidade e alinhamento junto ao gestor, claro.

Como garantir eficiência e produtividade trabalhando à distância?

Tal como em qualquer tipo de mudança, a adoção do trabalho remoto requer uma série de cuidados para que a iniciativa gere os resultados esperados. Veja os mais relevantes.

Invista em uma boa estrutura

Quem vai trabalhar fora da empresa precisa ter a infraestrutura necessária para garantir todos os acessos e ferramentas para a execução das atividades.

O ponto de maior importância é ter uma internet de qualidade, com uma conexão constante e boa velocidade. Você pode utilizar o teste de conexão para saber se o seu plano atual é suficiente para isso, ou se precisará buscar um novo.

Além disso, tenha um espaço reservado para o trabalho, como um pequeno escritório ou uma mesa com cadeira no canto do quarto. Trabalhar sentado no sofá, diante da tv a cabo ou ainda na cama é muito mais difícil e nem todas as pessoas se adaptam bem a isso sem perder produtividade.

Outra alternativa é contar com a estrutura pronta de um coworking, que são espaços compartilhados que alugam salas e estações de trabalho.

Esses locais contam com ambientes de convivência, cozinha equipada, recepção entre outros serviços que fazem uma grande diferença na experiência dos usuários. Se você ainda não conhece essa novidade, o site Beer or Coffee oferece uma diária gratuita para você experimentar trabalhar em um coworking.

Utilize ferramentas que auxiliem a gestão de equipes remotas

Controlar uma equipe remota é bem diferente de administrar uma presencial. Os contatos são mais virtuais do que presenciais e isso faz com que o uso de algumas ferramentas se faça necessário. Além dos acessos aos sistemas da empresa, como o software de gestão e CRM, por exemplo, é preciso ter aplicativos para a gestão dos times e das demandas.

Existem diversas opções no mercado com diferentes finalidades, alguns dos mais utilizados são:

  • plataforma G-Suite: pacote de aplicativos do Google que envolvem o e-mail, agenda, editores de textos, planilhas e apresentações, além de espaço para armazenamento de arquivos diversos;
  • trello: gerenciador de projetos e tarefas;
  • slack: comunicação corporativa e gestão de equipes.

Tenha disciplina e foco

Por fim, o mais importante de tudo é saber que os profissionais que trabalham de forma remota precisam de muita disciplina e foco em suas atividades. No ambiente corporativo tradicional, as pessoas já se sentem orientadas ao trabalho, com a presença do superior e dos colegas “vigiando” sua rotina. Em casa, é onde a pessoa se sente mais confortável e pode acabar se distraindo mais.

O uso das ferramentas para controlar as entregas e a comunicação com o time ajuda a minimizar esse problema, mas é fundamental que o colaborador tenha um perfil adequado para se habituar a essa nova jornada. A alocação em coworking também ajuda no sentido de proporcionar um ambiente mais profissional e estimulante.

Como você pôde notar, a internet ajudou a promover um novo modelo de trabalho, em que empresas e profissionais possam ter uma rotina mais flexível em diversas profissões.

Os benefícios na redução dos custos e aumento na qualidade de vida são excelente, mas os cuidados para que a empreitada gere bons frutos merecem bastante atenção. Seguindo as dicas deste artigo será muito mais fácil e você poderá notar a diferença em pouco tempo. Use a tecnologia a seu favor e comece a traçar o caminho para o seu sucesso!

Se você gostou dessas dicas e ficou curioso sobre os espaços compartilhados, confira em detalhes, neste outro post, o que é um coworking.

Posts Relacionados