Como colocar seu site no topo do Google?

Por ser o mecanismo de buscas mais utilizado no mundo, emplacar um site nas primeiras posições do Google tem sido uma ótima forma de expor um negócio online para milhões de pessoas.

O problema é que, com todos os empreendedores desejando grande destaque nas pesquisas, a competição fica cada vez mais acirrada. 

Cada palavra-chave pesquisada na web, por exemplo, representa uma disputa diferente, que exige um portal rápido, conteúdo otimizado, entre outros elementos que ajudam a ferramenta a decidir qual é o melhor conteúdo para quem o procura.

Com isso em mente, o que fazer para levar a melhor na busca pela primeira posição do Google? Ou melhor, por onde começar?

No artigo a seguir, você confere algumas dicas simples, além de conhecidas estratégias de SEO para manter o bom posicionamento do seu site entre os resultados do buscador. Leia mais!

Boas práticas para chegar – e se manter – no topo do Google!

Analise seus concorrentes

Ao começar a planejar qualquer estratégia de marketing digital, faça uma análise do site dos seus concorrentes.

Dessa forma, você poderá identificar as fraquezas e encontrar oportunidades para fortalecer o seu negócio.

Utilizando ferramentas como o Ahrefs ou SEMRush, é possível saber quais palavras-chaves estão gerando mais tráfego para os seus concorrentes, analisar quais você não está utilizando e melhorar os seus conteúdos. 

Portanto, cheque os 10 primeiros sites que estão na SERP e utilize o que descobriu para preparar o seu plano de ação.

Todos os pontos são importantes e você deve levantar informações como:

  • Canais de tráfego que utilizam (Facebook Ads, Pinterest, LinkedIn, etc).
  • Comentários dos usuários nos artigos (você pode encontrar dúvidas que não foram respondidas e otimizar o seu conteúdo).
  • Que tipo de informações os usuários mais compartilham nas redes (isso irá poupar o seu tempo investindo em bons conteúdos).
  • Identificar falhas nas estratégias (conteúdos que não foram otimizados, páginas que demoram para carregar, páginas quebradas, etc).

Todos estes pontos podem ajudar no sucesso da sua estratégia.

Mas lembre-se: não fique esperando seu conteúdo ser perfeito para publicá-lo. Responda às principais dúvidas, avalie a resposta do público e otimize o que for necessário.

Foque na palavra-chave no títulos de seus conteúdos

Pode parecer simples, mas algumas vezes as pessoas acabam se esquecendo de utilizar a palavra-chave no título do artigo. Isso ajuda o buscador a identificar o tema principal e atrai a atenção dos usuários enquanto pesquisam na SERP.

Com a nova atualização do Google, é possível ver que o próprio algoritmo gera novos títulos para testar o que mais agrada o usuário.

Este novo recurso ainda está em fase de testes e não sabemos se o buscador irá mantê-lo, mas é bom observar as mudanças para gerar novas ideias de otimização.

Insira links internos

A linkagem interna entre os conteúdos do seu site é de grande importância, pois isso ajuda os rastreadores do Google a indexarem os seus conteúdos, além de melhorar a experiência do usuário.

Porém, um adendo: este tipo de linkagem interna deve ser feita seguindo uma estratégia bem definida, já que os assuntos devem ser relacionados, o que também melhora o posicionamento dos artigos na SERP.

Não se esqueça de que o objetivo é aprimorar a experiência dos seus leitores ao linkar conteúdos que funcionem como um funil, levando-os até uma página de conversão, seja para comprar um produto ou para receber um e-book.

</amp-ifram

Tenha um site rápido

Vivemos em um contexto no qual as pessoas estão cada vez mais impacientes, o que significa que um site que carrega em mais de 3 segundos é considerado lento.

Para consultar a performance do seu, saiba que o PageSpeed Insights é a ferramenta do Google para avaliar a velocidade de uma página online e elencar os pontos que precisam melhorar. Utilize-o!

Aqui, também é preciso considerar qual a plataforma utilizada no site, as configurações do servidor, imagens, vídeos, tempo de resposta do servidor, entre outros fatores. Todos estes elementos podem afetar a velocidade do seu site de alguma forma.

Deixar seu site responsivo e mobile friendly

Tão fundamental quanto a velocidade do site é sua responsividade, que diz respeito à adaptação 100% ao padrão da tela do dispositivo do usuário.

Quando isso não acontece, há o risco de, se o usuário acessar a sua loja utilizando um dispositivo móvel, alguma informação ficar cortada, como o botão de compra fora da tela. 

Embora seja algo simples de resolver, alguns sites acabam não se atentando a este detalhe, o que impossibilita que o usuário finalize a compra.

Pense também no uso em celulares, pois alguns elementos são exclusivos para este tipo de  dispositivo, como implementar uma busca por voz na sua loja virtual. Isso otimiza o tempo do usuário e pode levá-lo a comprar mais produtos da sua loja, aumentando o seu ticket médio.

Utilize long tails

As head tails, ou seja, aquelas palavras-chave com maiores volumes de buscas, são as mais disputadas dentro do Google. Consequentemente, também são as mais difíceis de você conquistar a primeira posição.

Já as long tails, termos com menos buscas, atendem dúvidas mais específicas e possuem maiores chances de conversão.

Para exemplificar, muitas pessoas buscam “conserto de carro” no Google, mas poucas procuram por “conserto de carro em Santana”. Ou seja: se você utilizar o nome de bairro, a concorrência será ainda menor, com menos buscas e maiores oportunidades de captar novos clientes.

</amp-ifram

Se prepare para mudanças constantes

Trabalhar com marketing digital requer que você esteja preparado para as mudanças constantes que ocorrem nos algoritmos. 

Na prática, isso não quer dizer que terá que realizar retrabalhos constantemente, mas otimizações para sempre oferecer o melhor conteúdo para os seus usuários.

Neste artigo, buscamos exemplificar os principais elementos que irão ajudar o seu site a alcançar as primeiras posições no Google, porém é preciso compreender que há muitas variáveis e que elas podem mudar conforme novas atualizações forem surgindo.

Sendo assim, que tal continuar acompanhando o nosso blog para aprender mais sobre a otimização de sites?

Conteúdo em parceria com William Mendes, mercadólogo à frente do LogosBR.

Posts Relacionados

Regras na internet para as eleições de 2018

Autor: minhaconexao | 22 de maio de 2019
Nesta segunda-feira o Tribunal Superior Eleitoral deve realizar uma sessão extraordinária para definir as regras na internet que servirão para a campanha eleitoral de 2018.…