7 tendências de telecom para ficar de olho nos próximos anos

O mundo digital já é uma parte extremamente importante das nossas vidas. O dia-a-dia do trabalho e até mesmo do convívio social dependem muito dos serviços e gadgets tecnológicos. Assim, a tecnologia evolui cada vez mais e as novidades aparecem com frequência. 

Acompanhar essa evolução nem sempre é fácil, já que para a maioria das pessoas esse é um assunto muito específico. Por isso, separamos aqui as sete principais tendências de telecom que vão bombar nos próximos anos. Para entender melhor e não ficar para trás, confira agora quais são elas.

1. Inteligência artificial (AI)

Há alguns anos a inteligência artificial ou artificial intelligence (AI) parecia uma realidade muito distante, presente apenas nos filmes. Porém, agora, ela já está aqui. Esta é uma área da ciência da computação que enfatiza a criação de máquinas inteligentes que funcionam e reagem como seres humanos.

Mas a AI não se limita apenas aos robôs, como muitos podem acreditar. Com as tecnologias de inteligência artificial é possível criar assistentes virtuais.

Eles são capazes de fazer reconhecimento de fala, aprender com os humanos (machine learning) e planejar ações, além de preverem e solucionarem problemas. Assistentes digitais virtuais como Siri, Alexa, Google Home e Cortana usam AI para reconhecer e responder a comandos de voz.

A robótica também é um campo importante relacionado à inteligência artificial. Os robôs exigem inteligência para lidar com tarefas como manipulação e navegação de objetos, além de subproblemas de localização, planejamento de movimento e mapeamento.

2. Big Data

A quantidade de informações disponíveis na rede é incalculável. A não ser que você utilize as ferramentas de Big Data. 

Elas unem técnicas analíticas avançadas para conjuntos de dados muito grandes e diversos, que incluem dados estruturados, semi-estruturados e não estruturados, de diferentes origens e em tamanhos diferentes (de terabytes a zettabytes).

Esses enormes volumes de dados podem ser usados ​​para resolver problemas de negócios que você não teria conseguido resolver antes. 

Os algoritmos reunidos têm muitas aplicações, desde alimentar as recomendações do Netflix até a previsão de riscos de doenças. E isso também pode ser usado a favor das tecnologias em telecomunicações, claro.

3. Internet das coisas

A inteligência artificial, smartphones, redes sociais e a internet das coisas estão impulsionando a complexidade dos dados por meio de novas formas e fontes de dados.

A internet das coisas, por exemplo, é usada para coletar e comunicar dados por meio de objetos do dia-a-dia (como balanças, máquinas de café e até dispositivos industriais). 

Essa coleta de dados é importante para as empresas, que conseguem entender melhor o que os seus clientes querem e precisam. Mas também para os clientes, que são melhor compreendidos e têm suas necessidades atendidas de diversas formas.

4. Velocidade de internet 5G

Com tantas informações e ferramentas online, a necessidade de uma internet rápida e estável é cada vez maior. Por isso ela evolui de maneira constante. Agora, estamos chegando na vez da internet 5G, que é 50 vezes mais rápida do que a internet 4G.

Como já dissemos neste post, a tecnologia 5G da internet está sendo desenvolvida em razão da utilização da internet das coisas, uma vez que o mercado já oferece equipamentos mais diversos, como fechaduras, câmeras de segurança, veículos, eletrodomésticos e outros, oferecendo condições de uso mais rápido para qualquer tipo de equipamento.

Com uma rapidez maior de download e upload para seus dispositivos fica ainda mais fácil trabalhar remotamente, por exemplo. Seja pelo smartphone ou pelo notebook, a internet 5G vai permitir que as coisas sejam feitas de forma mais rápida e eficiente, onde quer que você esteja. 

5. Assistente de clientes virtual

Através da inteligência artificial o atendimento automatizado aos clientes já está se tornando possível. Isso facilita os processos internos das empresas, otimizando as respostas. Mas também gera uma satisfação maior dos clientes, já que não precisam aguardar um atendente para resolver seu problema.

Também chamados de VCAs (Virtual Customer Assistants), os assistentes virtuais de clientes são assistentes automáticos de atendimento ao cliente que as empresas implantam para envolver os clientes, responder a perguntas, enviar páginas da web e atuar como concierge para inicialmente atender às solicitações.

Com a evolução da inteligência artificial e do machine learning essas respostas se tornam cada vez mais personalizadas e eficientes. Os VCAs não apenas ajudam a conter os custos de atendimento ao cliente, mas também aumentam o valor da marca.

6. Manutenção preventiva com machine learning

Como já diria o ditado popular, “é melhor prevenir do que remediar”. E para os equipamentos eletrônicos essa máxima é realmente muito importante. Quando um dispositivo ou máquina são essenciais para a realização de um trabalho, não se pode arriscar uma falha técnica. 

Por isso, a manutenção preventiva tem sido usada cada vez mais. O desafio do agendamento adequado cresce com a complexidade das máquinas. 

Em um sistema com muitos componentes trabalhando juntos e influenciando um ao outro, como podemos encontrar o momento certo em que a manutenção deve ser realizada? Com o machine learning é possível prever as possíveis falhas com maior precisão e, assim, evitar qualquer problema.

7. Computação em nuvem

A computação em nuvem (muitas vezes referida apenas como “a nuvem”) é um termo geral para qualquer coisa que envolva a entrega de serviços hospedados pela internet. Os exemplos mais utilizados diariamente são o Drive (do Google) e iCloud (da Apple).

Com a evolução das formas de trabalho, esses serviços se tornam cada vez mais necessários. Desde grandes empresas com times remotos hospedados em coworkings até startups ou freelancers em home office, os profissionais precisam da nuvem para compartilhar documentos, arquivos e serviços. 

Os benefícios da computação em nuvem evoluem continuamente com a adição de novos serviços, a realização de pesquisas intransigentes e a criação de inovações que ultrapassam os limites da tecnologia. Mas, para que ela funcione, é necessário, também, ter um bom plano de internet.

As novas tecnologias, bem como as evoluções e aprimoramento dos serviços já existentes se provaram grandes aliados para as empresas e usuários como um todo. Cada vez mais é possível otimizar os serviços e produtos oferecidos ao cliente. Além disso, a experiência do usuário se torna sempre melhor.

Agora que você já sabe quais são as principais tendências do mercado de telecom, descubra como colocá-las em prática com o melhor plano de internet para a sua empresa.

Posts Relacionados

Veja como diminuir o lag do jogo online

Autor: minhaconexao | 14 de novembro de 2018
Quem gosta de jogos online sabe que uma das coisas que pode estragar toda a diversão é o famoso lag. Para quem não conhece o…