Internet banda larga: 5 dicas para quem deseja estudar cursos online

Com o avanço da tecnologia, estudar cursos online é uma excelente alternativa para quem tem uma agenda apertada e uma rotina corrida. O ensino a distância oferece maior versatilidade e tem ganhado bastante espaço no mercado educacional nos últimos anos.

Se você está interessado em aprender mais sobre o assunto, selecionamos aqui cinco dicas essenciais para que você tenha sucesso e consiga tirar o maior proveito possível dos seus estudos pela internet. Confira!

1. Tenha uma boa velocidade de download

Grande parte dos cursos a distância oferecem videoaulas, conteúdos para downloads, apostilas e e-books. Por isso, é preciso ter uma internet de qualidade para não ter uma quebra na rotina.

Ao contratar a sua internet banda larga, você tem a opção de escolher uma velocidade de download e uma velocidade de upload. A velocidade de download é responsável por baixar os dados que você consome na internet e é nela que você precisa focar quando o assunto é estudar pela internet.

Para assistir vídeos online e fazer download de arquivos de forma relativamente rápida, uma velocidade ideal seria de acima de 10Gb. Porém, tudo vai variar de acordo com o número de pessoas que usam a mesma rede. Se há outros membros da família usando a internet nos seus momentos de estudos, vale a pena investir em uma velocidade um pouco maior.

Confira: Qual a velocidade ideal para ver vídeos no Youtube?

2. Cuidado com o 4G

Estudar pelo celular costuma ser a melhor opção de algumas pessoas. Afinal, é possível levar o smartphone com você onde quer que você vá. Por esse mesmo motivo, grande parte dos portais de cursos online oferecem ambientes virtuais otimizados para mobile. Porém, existem algumas desvantagens essenciais ao se estudar pelo celular.

Primeiro que, ao acessar conteúdos online, principalmente vídeos, você corre um risco grande de acabar com a sua franquia de internet em minutos. Só para você ter uma ideia, 15 minutos assistindo vídeos em alta qualidade no YouTube pode consumir cerca de 500Mb do seu pacote de dados.

Sem falar que a velocidade média do 4G é cerca de 7Gb, com riscos de interrupção, o que faz com que sua internet seja instável para estudar.

Uma das formas de resolver essa questão é buscar sempre escolher materiais menos pesados (ao estudar pelo celular), como PDFs. Outro ponto é buscar sempre uma rede wifi, para não ter prejuízo no final do mês.

3. Prepare o ambiente para estudar

Ao optar por estudar presencialmente, é responsabilidade da instituição de ensino oferecer toda a infraestrutura para que você não saia prejudicado e tenha acesso a metodologia aplicada pela escola. Porém, quando o assunto são cursos online, o esquema é outro. Por isso, é preciso que você tenha uma boa tecnologia a sua disposição.

Em primeiro lugar, invista em um bom computador. Uma tela de qualidade e um processador rápido irão facilitar a sua rotina de estudos e impedir que os vídeos travem durante a sua reprodução.

Outro ponto importante é a postura. Procure sempre estudar sentado em uma cadeira e apoie o seu computador em uma mesa. Caso esteja usando um notebook, vale a pena investir em um suporte e um mouse extra. Assim, você consegue ajustar a tela na altura dos seus olhos. Com uma postura confortável, você se cansa menos e rende muito mais.

Outro ponto essencial, é ter um cabo de rede. Conforme comentamos no tópico anterior, investir em um bom plano de internet com uma velocidade de download é essencial. Porém, o que muita gente não sabe é que o wifi diminui a qualidade da sua internet.

Isso porque ele transforma a sua conexão em ondas de rádio. Ondas de rádio são bastante sensíveis a barreiras físicas, o que fazem com que a sua internet perca velocidade e esteja mais suscetível a quedas.

Se estiver curioso, faça o teste. Entre no medidor de velocidade do Minha Conexão e teste a sua velocidade com o cabo de rede e, logo após, conectado apenas pela rede wifi. Viu a diferença?

O cabo de rede, por outro lado, está conectado diretamente ao seu dispositivo, o que proporciona uma conexão mais protegida e com menos risco a interferências. Para que você não corra riscos de ter seus estudos interrompidos por falhas na rede, vale a pena investir em um bom cabo conector.

4. Aproveite as vantagens dos aplicativos

Por ser um tema que tem atraído bastante alunos e profissionais na última década, diversas empresas desenvolveram aplicativos que não só te ajudam a se organizar, como também aumentam a sua produtividade.

O Pomodoro Timer, por exemplo, te ajuda a dividir o seu tempo em 25 minutos produtivos e 5 a 30 minutos de descanso. A versão paga também silencia as notificações do seu celular durante os períodos de estudo, para que você não caia na tentação das redes sociais. (Fazer a concordância dos pronomes: te → tua, teu)

Já o Trello é um aplicativo de gestão de projetos baseada na metodologia do Kanban. Com ele, você pode organizar a sua rotina de estudos e se planejar mais facilmente.

O software permite que você defina o que irá estudar naquela semana, além de ter uma boa visibilidade do que você já fez, está fazendo e quais as metas ainda precisa cumprir.

5. Tenha disciplina e se planeje

Por fim, e não menos importante, tenha disciplina. Não adianta nada ter uma boa infraestrutura em casa para os seus estudos e não organizar o seu tempo e se compromissar com a sua rotina educacional.

Para não se perder na procrastinação, o ideal é ter um bom planejamento prévio e criar metas, visualizando objetivos alcançáveis. Se o seu objetivo é melhorar a sua qualificação profissional, cursos online com certificado podem te ajudar com conquistar uma progressão na carreira.

Se o seu objetivo é aprender mais sobre programação HTML, coloque como meta construir um site. Ao visualizar o resultado e ter um plano estruturado de quais são os seus objetivos e entender o que é necessário para alcançá-los, fica bem mais fácil cumprir a meta.

E aí, gostou do artigo? Já tentou estudar de forma online? Comenta aqui embaixo a sua experiência!

Posts Relacionados