Como saber se uma notícia na internet é verdadeira ou não?

A internet é um ambiente que oferece todo tipo de informação e, exatamente por isso, é um terreno perigoso. Se, de um lado, nos oferece acesso a uma quantidade enorme de informações em tempo real, de qualquer parte do mundo, também nos coloca à mercê de falsas informações, de fake news que podem provocar mais problemas do que podemos imaginar.

Recentemente, diversos escândalos comprovaram que as fake news, ou notícias faltas, podem causar problemas que envolvem até mesmo a Justiça.

Com a quantidade de informações que temos na internet, é muito difícil saber perfeitamente o que pode ser verdade e o que é mentira nos artigos e matérias publicadas. É certo que a maior parte das fake news podem ser desmascaradas apenas usando o bom senso, mas esperar que todo mundo faça isso o tempo todo é exigir demais.

Enquanto se discute como coibir as fake news, as empresas Google e Facebook estão trabalhando com sistemas de inteligência artificial que permitem identificar e remover de suas plataformas as notícias falas, embora seja um trabalho também complicado. Se para uma pessoa é difícil descobrir as fake news, para um computador que ainda está aprendendo é ainda mais difícil.

Para ajudar as pessoas que podem se confundir e compartilhar as fake news, a agência Lupa entrou em uma parceria com o canal Futura, recebendo o apoio da Google, para criar um site com o formato de um infográfico, que vai ensinar as pessoas a terem uma melhor ideia do que pode ser uma informação verdadeira ou falsa publicada na internet.

O projeto tem o nome de Fake ou News, podendo ser acessado por qualquer internauta. Através dele é possível acessar uma série de informações que podem ajudar a identificar as notícias falsas e, como a própria página informa, antes de compartilhar e opinar, é melhor duvidar, conferir e checar se as informações são mesmo verdadeiras.

No site Fake ou News é possível também saber como identificar as notícias falsas através de alguns artifícios, como frases fora de contexto, datas das informações, endereço das notícias e, assim, saber sua procedência e analisar o autor da matéria ou artigo.

Tudo foi imaginado para descobrir se o que o usuário está lendo é alguma coisa séria ou se é apenas uma invenção.

Além disso, vale também um conselho: se você tem dúvida, não compartilhe ou publique qualquer notícia que não tenha a certeza de ser verdadeira, mesmo que ela esteja de acordo com sua opinião ou seu posicionamento. Quando você compartilha uma fake news, pode ter problemas graves e consequências bastante negativas.

Não se esqueça também de verificar frequentemente como anda sua conexão com a internet. O seu provedor deve garantir que você receba pelo menos 80% da velocidade contratada e, muitas vezes, essa também é uma fake news: alguns provedores iludem seus usuários com planos que não são cumpridos.

Posts Relacionados

Satélite brasileiro para a internet está ocioso

Autor: minhaconexao | 22 de maio de 2019
O governo brasileiro criou o programa Internet para Todos e estabeleceu prazos para credenciamento de empresas interessadas em participar. A intenção é levar a internet…