Como saber se sua operadora de internet está bloqueando a Netflix?

Quando utilizamos serviços de streaming, como a Netflix, por exemplo, é bastante comum perceber que a internet está mais lenta do que de costume. Essa condição também pode ser percebida em sites que consomem maior volume de dados, como o YouTube, mas não ocorre em outros sites.

Ao notar menor velocidade, o primeiro passo é verificar se não está ocorrendo qualquer problema no equipamento, ou ainda se você não está em horário de pico, por exemplo.

Contudo, uma das possibilidades é que a operadora de internet esteja aplicando o traffic shaping, ou seja, o bloqueio ou restrição de acesso a sites que consomem muita banda.

Essa prática é ilegal, havendo inclusive determinação no Marco Civil da Internet de que o consumidor deve ter a manutenção da qualidade da conexão contratada, não devendo limitar o acesso, seja por conta de conteúdo ou de horário de utilização.

No site Reclame Aqui, por exemplo, existem centenas de reclamações de usuários, relatando bloqueio ou lentidão sempre que acessavam determinados sites, impedindo, por exemplo, assistir vídeos no Netflix ou no YouTube.

Pelo menos metade das reclamações eram de clientes da NET, enquanto outras estavam distribuídas entre a Vivo e a Claro.

As empresas sempre afirmam que não adotam práticas ilegais, reforçando ainda que cumprem todas as regras determinadas pela Anatel, observando o Marco Civil da Internet e toda a legislação pertinente que regula o assunto.

A Netflix, que é uma das mais atingidas pela lentidão, de acordo com os usuários, não comenta a hipótese de que as operadoras estejam praticando o traffic shaping. Segundo a empresa, ela monitora o desempenho dos vídeos em determinados provedores e disponibiliza um site para que os usuários possam verificar a velocidade de acesso contratada.

O teste oferecido pela Netflix é bastante simples. Basta acessar o site http://fast.com e aguardar pelo menos 15 segundos para obter o resultado. No aparelho celular, a mesma avaliação pode ser feita, através do aplicativo Fast Speed Test.

Para fazer esse teste, é necessário antes autorizar o Wehe a fazer uma varredura em todos os aplicativos mais utilizados pelo usuário. Em poucos minutos, ele mostra os resultados, apontando se existe ou não alguma diferença de velocidade em cada um.

Caso o usuário perceba qualquer irregularidade, primeiro é preciso fazer uma reclamação junto à operadora que fornece o serviço de internet no endereço testado. No caso de persistência do problema, o usuário pode entrar em contato com a Anatel, mas, para fazer isso, é preciso ter em mãos o número de protocolo de contato com a operadora.

As reclamações para a Anatel podem ser feitas pela internet, pelos telefones 1331 e 1332 (este para deficientes auditivos) ou pelo aplicativo Anatel Consumidor, disponível para os sistemas Android, IOS e Windows Phone.

Além disso, você também pode verificar a velocidade de internet em qualquer momento, simplesmente acessando o link que disponibilizamos, tomando as mesmas providências sempre que perceber que a sua velocidade está abaixo dos 80% permitidos pelo Marco Civil da Internet.

Posts Relacionados