Entenda o que é Firewall!

Estima-se que, nos últimos meses, ocorreram 23 ataques cibernéticos por minuto, apenas no Brasil.  Entre as soluções para evitar esse tipo de situação está o Firewall, presente em softwares e hardwares e cada vez mais nas empresas como recurso eficaz na proteção de dados.

Para você entender melhor, este artigo traz as principais informações sobre o Firewall!

O que é e qual a função do Firewall?

Na década de 1980, quando as redes de internet domésticas começaram a surgir e deu-se início à expansão da conexão, surgiu uma grande necessidade: proteger as informações dos usuários, uma vez que os acessos foram ampliados.

Daí veio o desenvolvimento do Firewall. Ele é um recurso de software ou de hardware que tem como objetivo filtrar os dados e informações que chegam e saem da rede. Ele funciona como um filtro para bloquear acessos indesejados e evitar ataques de hackers.

Ao identificar um usuário ou dado que possa ser malicioso, o Firewall bloqueia automaticamente e impede o acesso.

Para ficar mais simples de entender, pense no seu computador como um banco financeiro e o Firewall como um potente sistema de segurança. Se algum ladrão tentar roubar o banco, automaticamente as portas são bloqueadas e o fluxo para saída e entrada é interrompido. 

É um recurso essencial, principalmente em empresas. Acredita-se que com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) em vigor, ainda mais organizações vão contar com a solução, aumentando a segurança nas redes.

Quais são os tipos de firewall?

Existem três tipos de firewall comumente usados nos computadores e dispositivos.

Eles são de packet filtering, proxy services e stateful inspection. Abaixo você confere mais detalhes sobre cada um deles!

Filtragem de pacotes (packet filtering)

O Firewall de filtro de pacotes é um dos mais comuns. Ele é responsável por controlar o acesso à rede, fazendo análises dos pacotes de dados de saída e de entrada. 

Isso significa que ele é capaz de bloquear arquivos e usuários a partir de filtros definidos previamente.

Esse tipo de Firewall analisa os tipos de pacotes, número de portas para acesso e endereços de IP permitidos ou bloqueados. 

Trata-se de um recurso voltado para redes de pequeno porte. Isso porque ele não tem potência suficiente para enfrentar alguns tipos de ataques, como os de falsificação ou aqueles que usam camadas de vulnerabilidades em programas instalados. 

Firewall de aplicação (proxy services)

Considerado um dos tipos de firewall mais seguros, o firewall proxy tem a capacidade de proteger diversos recursos de rede enquanto está online. 

Por meio deles, é possível filtrar mensagens, mascarar o endereço de IP e limitar os tipos de tráfego. 

A análise realizada por eles costuma ser bem completa e é a opção da maioria das empresas que desejam proteger suas redes. 

Inspeção de estados (stateful inspection)

Já o Stateful Packet Inspection (SPI) é responsável por fazer inspeção de dados, examinando os fluxos de tráfegos de uma ponta a outra da rede em que está instalado.

Ou seja, de maneira rápida e inteligente, cabeçalhos, informações e estado dos dados são inspecionados. 

Os Firewalls de inspeção são os filtros com maior capacidade de proteção. Isso porque eles não analisam os pacotes que entram e saem, e sim os dados. 

Isso antes mesmo que as informações sejam recebidas ou enviadas.

Firewall em softwares

Diversos sistemas operacionais de computadores e smartphones já contam com um Firewall próprio, funcionando já com os filtros necessários para impedir acessos indesejados. 

É o caso, por exemplo, do Windows, que já vem com o Windows Defender. O recurso é atualizado juntamente com o sistema, acompanhando as necessidades do usuário. 

Além disso, é possível adquirir softwares próprios para realizar a filtragem e bloqueio nas redes, fazendo regras personalizadas. 

Nas lojas de aplicativos de smartphones, você também encontra opções que permitem aumentar a segurança da informação.

Firewall em hardwares

Se você tem internet banda larga na sua casa, você tem um Firewall em hardware e nem sabe! Isso porque ele está presente no modem.

Utilizando filtragem de pacotes, ele é a primeira linha de defesa da sua internet. Ou seja, antes que um pacote chegue, ele e sua origem são identificados, verificando se o IP e cabeçalho são confiáveis.

Empresas que atuam com alto fluxo de informação, tanto interno quanto externo, costumam ter máquinas dedicadas ao Firewall, com alto processamento de informações, e equipamentos voltados para a execução das regras de filtros estipuladas.

Firewall afeta a velocidade da internet?

Os sistemas de navegação que você usa para navegar pela internet já contam com firewall. Por isso, a velocidade que você conhece na sua conexão já utiliza de mecanismos de proteção. 

O que acontece com frequência é que os usuários não têm o costume de atualizar seus sistemas e firewall. E como consequência, eles não acompanham as necessidades, ficam obsoletos e requerem mais do dispositivo e até da própria internet, causando lentidão.

Alguns sites de transmissões de dados, como torrent, deixam o seu computador muito suscetível às invasões. Nesses casos, é comum que o próprio sistema busque maneiras de se proteger e você sinta mudanças na conexão.

Além disso, é comum no momento de identificação de intrusos que a velocidade seja alterada. Mas, nada com impacto significativo. 

De forma geral, principalmente em redes com muitos computadores e vários pontos de internet, o firewall pode resultar em uma melhora na performance da rede, causando uma sensação de que a internet está melhor. 

Para que você saiba a média de velocidade da sua conexão, temos um teste de velocidade que mostra exatamente o índice de ping, download e upload. Vale a pena conferir e identificar o rendimento da sua rede. É grátis e leva apenas alguns segundos!

Posts Relacionados

CDN – Rede de Distribuição de Conteúdo

Autor: minhaconexao | 2 de maio de 2019
Mesmo que você teste a velocidade do seu computador e esteja tudo dentro do conforme, se às vezes, ao acessar um site, tudo fica extremamente…

Entenda para que serve o VPN

Autor: minhaconexao | 8 de maio de 2019
Entenda aqui o que é VPN, para que serve e quem são as pessoas que mais usam essa ferramenta. O que é VPN? A VPN…