Como funciona a transmissão ao vivo pela internet?

Há cerca de 15 anos, um simples teste de velocidade de internet comprovaria: transmissões ao vivo só funcionariam mediante muita dificuldade. E, de fato, os mais jovens sequer imaginam os desafios de quem acompanhou o crescimento das conexões online.

Dessa forma, redes sociais como o Snapchat e Instagram só são possíveis hoje graças a uma internet veloz e também uma maior facilidade de acesso a dispositivos como smartphones, tablets e notebooks.

Além disso, vale destacar que – nas grandes cidades – é difícil encontrar uma casa totalmente off-line, ou seja, que não conta com conexões WiFi, 3G ou 4G. E as tecnologias estão cada vez mais avançadas, pois já existem inúmeros modelos de smart TVs, videogames especiais e computadores de alto desempenho prontos para atender as mais diversas necessidades.

Neste artigo, confira algumas informações essenciais para quem deseja entender mais sobre transmissões ao vivo. Confira:

Download e Upload

Primeiramente, é necessário entender os conceitos de download e upload. Você sabe a diferença entre os dois termos?
– Download: a palavra, que traduzida do inglês significa “baixar”, diz respeito ao contato com informações externas que são baixadas no dispositivo. Dessa forma, vale esclarecer que o acesso a qualquer tipo de site já caracteriza um download.
– Upload: referente ao transporte de dados do computador para outros, ou seja, a via contrária do download.

Transmissão ao vivo

Para fazer uma transmissão ao vivo com qualidade, você deve realizar um teste de velocidade a fim de comprovar que sua internet possui ao menos 3MB de upload para que sejam realizadas transmissões simples. No caso de transmissões em HD, o número sobe para 8MB de conexão estável.
Além disso, para que tudo funcione de maneira satisfatória, preferencialmente fique conectado via cabo de rede. Essa medida é importante porque, se você testar a rapidez da sua conexão via WiFi, irá perceber que existe um ganho quando os cabos são adicionados. Vale também ressaltar que o Wi-Fi tende a ser mais instável e dependendo da sua posição no espaço, mais fraco.

O checklist para uma excelente transmissão ao vivo também conta com:

– um dispositivo de boa qualidade: afinal de contas, aparelhos de baixo desempenho não irão oferecer uma resolução interessante para o seu vídeo. De acordo com alguns especialistas, um notebook com processador i5 e 4GB de RAM pode suportar uma transmissão simples.
– uso correto dos programas do dispositivo: evite abrir diversos tipos de aplicativos ou sites caso não estiver usando todos eles. Lembre-se que o download acontece por meio dessa interação, e ela pode prejudicar o andamento da gravação.

Agora que você já sabe algumas dicas de como trabalhar com essa função, que tal fazer um teste de velocidade de internet? Essa é uma medida extremamente necessária para quem deseja garantir a melhor qualidade de transmissão.
Infelizmente, muitas provedoras não oferecem o serviço que divulgam, e por isso o cliente deve ficar atento.

No portal Minha Conexão, é possível realizar o teste de velocidade e ainda salvar relatórios para descobrir a média de download e upload na sua casa ou escritório.
Faça o teste agora mesmo no Minha Conexão!

Posts Relacionados