O seu smartphone pode ser utilizado como um computador, se você souber como aplicar as ferramentas corretas. As possibilidades são as mesmas de um notebook ou de um computador de mesa, permitindo navegar na internet, escrever e editar textos, compartilhar arquivos ou enviar e-mails.

É bem verdade que usar uma tela menor, como é o caso dos smartphones, pode tornar o trabalho mais cansativo, mas, se estivermos precisando executar qualquer tipo de atividade e não tivermos um computador disponível, o aparelho é uma excelente solução.

Para transformar o seu smartphone em um computador você precisa seguir apenas três passos que, por sinal, são bastante simples:

Utilizar uma tela maior

A primeira coisa a fazer é conectar o smartphone a uma tela maior através de um cabo HDMI, que permite ligar um dispositivo em outro para transmissão de áudio e vídeo. No caso de seu smartphone ser um iPhone, é preciso ver se ele possui uma entrada Lightning, que está disponível para o iPhone 5 em diante.

Se o seu smartphone for um Windows, você pode usar a ferramenta da própria Microsoft, o Display Dock, que possibilita transformar o dispositivo em um computador, podendo conectá-lo diretamente a um monitor, ao teclado e ao mouse.

No entanto, se o aparelho possui sistema operacional Android, você só poderá transformá-lo em computador se ele tiver saída de TV.

Mouse e teclado

Para quem tem um Android, a conexão com o teclado e o mouse pode ser feita através de um cabo USB com adaptador de saída OTG ou por Bluetooth. Você também pode usar o aplicativo Andronium, quando o aparelho estiver conectado ao teclado, mouse e monitor.

Outros aplicativos que podem ser utilizados são o Sentio Desktop e o Null Keyboard, que permitem aproveitar ao máximo os recursos do aparelho celular, fazendo dele um desktop.

No entanto, se você tiver um iPhone, a conexão com um teclado e um mouse só pode ser feita através do Bluetooth, uma vez que não existe opção de usar cabos.

Armazenamento dos arquivos

Para o armazenamento dos arquivos você pode compartilhá-los na nuvem, já que esse sistema permite usar os arquivos de qualquer tipo de equipamento. Assim, seu smartphone poderá ser transformado em computador sempre que você quiser.

É preciso lembrar, porém, que o telefone consome mais bateria e, por isso, é melhor ter sempre à mão um carregador, mantendo o dispositivo conectado à tomada.

Além disso, você não deve se esquecer que, embora possa usar diversos programas, como, por exemplo, o Photoshop, o PowerPoint e o Word, o smartphone não tem a mesma eficiência de um computador e, em razão disso, poderá ter algumas limitações.

Contudo, essa é uma nova maneira de ter novos usos para um telefone que você não usa mais, ou mesmo que tenha a tela danificada e você não consegue consertar.

O inverso também pode ser feito, ou seja, você pode controlar o computador através do smartphone ou acessar o desktop remotamente através do celular. Para isso, existem alguns aplicativos:

  • Chrome Remote Desktop (versão remota do Chrome);
  • Team Viewer para Windows, Mac, Linux, Android e iPhone;
  • Microsoft Remote Desktop;
  • Remote Mouse.

Tudo só vai funcionar, no entanto, se você tiver uma conexão rápida. Você pode verificar a velocidade com que sua internet está funcionando sempre que quiser e, se acaso seu provedor não oferecer pelo menos 80% da velocidade contratada, é seu direito reclamar.