Internet 5G: 50 vezes mais rápida do que a 4G

A evolução da internet continua cada vez mais rápida. Com a implantação da internet 5G, foi-se o tempo de ficar esperando que um site esteja completo. A internet 5G irá possibilitar uma rapidez 50 vezes mais rápida do que a atual internet 4G.

Até agora, todos os detalhes que faltavam para a padronização das redes já foram acertados e liberados pelo consórcio global das indústrias envolvidas no desenvolvimento e na comercialização de produtos de telefonia.

Os procedimentos para a evolução da internet de 4G para 5G vinha já se arrastando há praticamente 3 anos, prometendo uma velocidade de até 5 Gb por segundo em condições ideais de equipamentos.

Essas definições são consideradas como a última etapa no sistema de estruturação da tecnologia em direção à sua implementação comercial. Nos Estados Unidos, a tecnologia 5G de internet já começou no início deste ano.

A evolução da velocidade da internet, principalmente para conexão móvel, não ocorre apenas para conseguir maior rapidez, mas também como uma forma de adaptação para as constantes mudanças no mundo digital.

A tecnologia 3G foi implantada como uma necessidade da troca de informações através dos celulares. A tecnologia 4G, por sua vez, foi desenvolvida quando as necessidades de conexões móveis estavam indo além do que a 3G podia oferecer, quando os smartphones ficaram mais pontes, podendo rodar aplicativos mais pesados, como os streamings de vídeos, entre outros.

A tecnologia 5G da internet está sendo desenvolvida em razão da utilização da internet das coisas, uma vez que o mercado já oferece equipamentos os mais diversos, como fechaduras, câmeras de segurança, veículos, eletrodomésticos e outros, oferecendo condições de uso mais rápido para qualquer tipo de equipamento.

A novidade da tecnologia 5G de internet vem para complementar outra regra técnica da tecnologia divulgada pela 3GPP em dezembro de 2017. Previamente, o consórcio se referia às especificações técnicas exigidas para que os fabricantes pudessem desenvolver modens, dispositivos de transmissão e outros equipamentos.

A nova padronização da internet 5G vem colocar um ponto final no processo de desenvolvimento, determinando as especificações finais para as redes de quinta geração.

Da mesma forma como aconteceu na transição da internet 3G para a 4G, a expectativa é que a tecnologia 5G substitua a 4G de maneira progressiva, convivendo com a antiga tecnologia por um tempo determinado.

Ou seja, isso quer dizer que não é somente a área de cobertura que deve ser envolvida, mas também os dispositivos usados para acessar a internet, como celulares, tablets e até notebooks, oferecendo suporte às redes 5G, mesmo mantendo compatibilidade com o modelo anterior.

No Brasil, as redes de internet de quinta geração dependem de faixas de frequência de rádio. Como acontecem com a internet 4G e 3G, é necessário que o governo, eventualmente, elimine as obstruções do espectro e, a partir daí as operadoras poderão investir para implementar a nova tecnologia.

Enquanto você não pode usar a internet 5G, é necessário sempre conferir a velocidade com que está recebendo seus dados. Faça a verificação sempre que houver necessidade, entrando em contato com sua operadora se o contrato não oferece pelo menos 80% do estabelecido.

Posts Relacionados