Hoje em dia, praticamente todas as casas que contam com uma conexão de internet utilizam o Wi-Fi. Além de ser mais prático e eliminar o uso de fios, os celulares, tablets, notebooks, smart TVs e dispositivos similares fazem uso desse tipo de conexão.

Porém, uma coisa que nem sempre é levada em consideração é a segurança dessa rede. Muitas vezes, a configuração do roteador é feita apenas quando ele chega em casa e depois ele é esquecido, o que pode ser bastante prejudicial.

Por isso, é muito importante saber como proteger o roteador da sua casa ou da sua empresa dos hackers. Assim, a informação poderá trafegar livremente e com o máximo de segurança, evitando ao máximo eventuais interceptações e roubos de dados.

 

Os roteadores Wi-Fi são perigosos?

Não é bem assim. Os roteadores podem ser perigosos, desde que não sejam configurados adequadamente ou sejam expostos a condições inseguras.

Caso o roteador não esteja devidamente protegido, é possível acessar as informações que trafegam pela rede e até mesmo invadir os notebooks, smartphones e demais dispositivos que estiverem conectados.

Por exemplo, um roteador que tenha sido configurado adequadamente, tenha uma senha segura e seja atualizado constantemente, tem muito poucas chances de ser invadido. Por outro lado, um roteador sem senha ou com uma senha muito óbvia está bem mais suscetível a esses ataques.

Fazendo uma analogia, seria o mesmo caso de uma porta: ela só passa a ser perigosa caso esteja aberta ou mal fechada. Se ela estiver bem trancada, então está bem protegida.

 

Melhores dicas para proteger seu roteador

Existem dicas simples que podem ser adotadas para manter a segurança da conexão e, consequentemente, dos dados e informações que trafegam por ela. Algumas delas são as seguintes:

  • Sempre utilize redes Wi-Fi com senha, mesmo que seja em casa. Assim, basta passar a senha somente para as pessoas que você autorizar o acesso. Isso é muito mais seguro do que deixar a rede aberta, além do fato de que é necessário colocar a senha apenas uma vez, já que os dispositivos a deixam salva.
  • Periodicamente, altere a senha do Wi-Fi, já que pode ser que algum intruso esteja utilizando a rede. Pode ser que essa pessoa nem tenha o intuito de roubar dados e arquivos, mas é melhor prevenir e garantir que toda a banda da internet seja consumida apenas por quem você quer.
  • O roteador deve ser atualizado sempre que for solicitado. Assim, ele sempre contará com os melhores métodos de segurança disponíveis atualmente.
  • Tome muito cuidado com anexos recebidos em e-mails e mensagens de comunicação, bem como com mensagens suspeitas em sites e redes sociais. Elas podem ser usadas para camuflar vírus e arquivos maliciosos.
  • Evite utilizar senhas muito óbvias e que possam ser descobertas facilmente, como nome, data de aniversário, número de telefone ou da casa, por exemplo. Quanto mais difícil, melhor para a segurança.

 

Além de proteger o roteador da sua casa, você também deve se assegurar de que a velocidade da internet esteja de acordo com o que foi contratado, de modo que você não seja lesado financeiramente.

Para isso, basta realizar um teste de velocidade, como o oferecido no site da MinhaConexão, que te permite ter certeza sobre a real velocidade da sua conexão. Se você quer saber de várias dicas para sua internet, então o blog da MinhaConexão também é o lugar ideal.