Parte dos usuários de Internet hoje em dia está insatisfeita e sempre tem alguma reclamação para fazer em relação à sua Internet. Problemas como oscilação de sinal, resultados insatisfatórios quando é feito um teste de velocidade, preço alto por um produto não oferecido, enfim, são inúmeras as contestações.

De todas essas reclamações, a mais comum entre os consumidores é em relação à velocidade da Internet. Os clientes das operadoras questionam que pagam um valor muito alto e contam com uma velocidade bem inferior à que foi acordada no ato da compra.

Velocidade de Conexão

As pessoas que navegam na Internet não esperam muito tempo para que um site carregue: se a página demorar mais do que cinco segundos, já incomoda demais os usuários. Muitas vezes, isso acontece porque a Internet não está suprindo as necessidades do cliente. Quando isso acontecer, basta fazer um teste de velocidade.

A maioria dos testes funciona medindo três parâmetros da conexão: o ping, a velocidade de download e a velocidade de upload.

– Ping: também conhecido como latência, o intuito é verificar quanto tempo leva para que o servidor responda a uma solicitação do usuário. O teste é realizado várias vezes e o resultado é expressado em milissegundos (ms)
– Download: o cliente estabelece várias conexões com uma porta do servidor e solicita o envio de um pacote de dados. Então, é medido o tempo de transferência destes dados, permitindo calcular a velocidade de download.
– Upload: similar ao processo de download, porém com o envio de pacotes de dados ao invés de seu recebimento.

Ao realizar um teste de velocidade da Internet, será possível saber se aquilo que a operadora prometeu é realmente entregue ou não. Caso contrário, deve-se entrar em contato com a operadora para informar o problema e, se necessário, solicitar uma visita técnica para a sua solução.

Limite do Pacote de Dados

Outro ponto que interfere na infraestrutura da Internet no Brasil é o limite do pacote de dados das operadoras. Com o uso crescente da Internet no dia a dia, fica difícil se ater àquilo que as operadoras oferecem e quase todos os meses o limite é excedido ou fica bem perto de acabar.

Para solucionar esse problema, existem alguns navegadores, como o Google Chrome, que oferecem versões otimizadas das páginas para dispositivos móveis. Além de tornar a disposição dos elementos da página mais apropriada para a tela do celular, o carregamento fica mais rápido, já que o consumo de dados móveis é reduzido.

Falta de Cobertura em Regiões Afastadas

É difícil que usuários que morem em regiões metropolitanas reclamem da falta de disponibilidade de Internet, mas não é isso o que acontece em locais mais afastados, como em cidades rurais.

Esse é um problema muito grave, pois conforme o tempo passa, a Internet se torna indispensável para estudar, trabalhar, pagar contas, fazer compras e conversar com parentes e amigos que moram longe.

É essencial que as operadoras de Internet fixa aumentem a disponibilidade nessas regiões, de modo que moradores de todo o Brasil possam ter acesso fácil à rede de computadores. Enquanto esse dia não chega, pode ser utilizada a Internet móvel, já que essa possui uma cobertura um pouco maior, seja através do 4G ou de redes de velocidade mais baixa, como o 3G convencional. Pode-se também optar por internet via Satélite, como as oferecidas pela Sky e pela Huges.

Como Fazer um Teste de Velocidade da Internet?

É muito importante encontrar uma ferramenta confiável para testar a real velocidade da Internet. Assim, será possível saber se os direitos do consumidor estão sendo respeitados.

O teste de velocidade da Internet pode ser feito através do site MinhaConexão, que mostra a velocidade de download e upload e também a velocidade de ping. O processo é feito bem rapidamente e o usuário pode se assegurar da velocidade de sua conexão.